domingo, 7 de dezembro de 2008

Somos Ovelhas???


Fala galera Radical... Cara, se têm algo que não suporto, e creio que vocês também não curtem, é Falsidade! Como é horrível quando pessoas em quem confiamos na verdade não passam de meros atores mascarados. O pior é que isso esta cada vez mais se infiltrando na igreja. Imagina só, você rapaz, ou moça, colocando-se no lugar de um noivo ou noiva as vésperas do seu casamento.Durante anos, você sonhou com este momento único, e agora, dias antes, os convites já foram distribuídos, os padrinhos já estão confirmados e até a música da cerimônia já fora escolhida.Em fim, chega a véspera do dia tão esperado, o seu dia, o seu sonho, e você decide, então, passar estas horas antecedentes ao dia do seu casório com seu noivo, ou noiva.Ao chegar na casa do seu amado(a), você não o encontra.Sai então a procura dele ou dela, e vai ao lugar em que você mais freqüentam, talvez a lanchonete onde se encontraram pela primeira vez, ou a praça em que passam suas tardes de domingos, em fim, chegando ao local, você depara-se com seu noivo(a) com outra pessoa, e a medida em que se aproxima mais dele ou dela, você percebe que não rola nada de amizade, mas sim beijos e abraços entre ele/ela com outro! A verdade veio à tona: você foi traído! Você desistiria do casamento? Creio que sim, a final, a traição é algo forte demais para ser digerido em poucas horas, e uma vez que rola traição, amor e fidelidade é o que menos você poderá esperar de quem o traira.
Talvez você esteja se perguntando a razão pela qual comecei este papo radical com este exemplo.É que na verdade, se existe um sinônimo para "Falsidade" este sinônimo é a "Traição", afinal, sempre que alguém é falso conosco, é o mesmo que sermos traídos por este alguém. Quando olho pra igreja de Cristo hoje, sei que não sou o melhor dos melhores, muito pelo contrário, sou cheio de falhas e imperfeições e por isso procuro sempre buscar mais ainda forças no Senhor.Mas ao olharmos para os membros que se dizem povo de Deus, corpo de Cristo, ovelhas, ao olharmos para os ministros de louvor que se chamam levitas separados pelo Senhor, ao olharmos para pastores que eram para demonstrar o caráter do maior dos pastores, ou seja, Jesus Cristo, não vemos em boa parte destes que acabo de mencionar nem se quero titulo de Cristãos por suas atitudes. Se quisermos saber se uma árvore é boa, Jesus nos ensinou que devemos observar seus frutos.E me desculpe: mas como estamos tendo frutos podres em nosso meio, e como todo feirante que se preze, vale a regra de que um fruto podre no meio de outros, o mesmo consegue apodrecer o restante! Como temos ovelhas, membros dando mal testemunho em nossos trabalhos, em nossas escolas; como há ministros de louvor prostituindo seus dons tocando por dinheiro, tocando por prazeres deste mundo como fama, ou até mesmo usando de suas mãos (que deveriam ser santas) para pecar.A mesma boca que louva, é a boca que amaldiçoa o irmão, falando dos podres do mesmo, fofocando. E os líderes? Também não escapam desta febre de falsidade.Como temos lideres que não se preparam para atender seu chamado.Pessoas que têm a responsabilidade dada por Deus de levar seus rebanhos ao céu, e em vez de buscarem se alimentar constantemente direto na fonte da Palavra de Deus para abastecer seus liderados, os mesmos ficam esquentando alimento de semana passada, mês passado e por ai vai.Pastores, pastores!Muitos pastores também estão deixando e muito a desejar, quando são chamados a amar o rebanho de Cristo independente da placa de igreja que este rebanho pertença.Como há pastores que não consideram ovelhas de verdade só porque algumas não pertencem ao seu rebanho, a sua igreja! Que isso Fábio, voe ta julgando demais... será?! O que Jesus falaria a respeito de tudo isso?! Basta olharmos pra Bíblia e encontraremos a resposta:

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
Mateus 7:15-16

Pelo visto não sou eu que estou exagerando certo?! Pois bem! Creio que estamos perdendo tempo demais priorizando o quem ao se deve priorizar e que o principal, estamos deixando de lado! Digo isso, porque há 7 anos que me convertei...será?! Tecnicamente, não curto considerar mesmo 7 anos.Sabe por que?!

Porque religião não é o mesmo que conversão.Ser religioso não é o mesmo que ser Cristo.Ser lobo com roupa de ovelha não é o mesmo que ser ovelha.E Não existe este ditado de “ ovelhinha negra da família ou da igreja”, ou você é ovelha ou você é lobo. Como saber que sou em meio a esta confusão de identidade?! É simples: suas atitudes demosnatram que você é, ou como Jesus mesmo disse: seus frutos dizem se você é uma boa ou uma má arvore, se você é um verdadeiro ou um falso profeta! Porque me coloquei como exemplo acima?

Porque não sou hipócrita de dizer ou querer dar uma de super-homem aqui insinuando que não tenho erros.Como eu errei e como ainda erro! Mas sabe, olhando hoje para tudo que vivi nesses 7 anos que conheci a Jesus pela primeira vez, vejo que já me senti demais uma ovelha, sendo um lobo por dentro.Já fui falso demais, já errei demais, já pequei demais, e quer saber? Um dia, quando tentei me aproximar do Senhor percebi que não tinha características do meu Pastor Jesus, e sim, tinha instintos de lobo;E acredite, deus me quebrantou, e inclusive, se alguém que estiver lendo isso agora, me conheceu nos meus primeiros 5 ou 6 anos de “convertido a religião”, me perdoe pelas garradas ou mordidas de lbo se porventura o feri.Mas hoje, não me considero, tenho certeza que sou uma ovelha do rebanho do Senhor! Estou admitindo tudo isso, porque não há mudanças reais se não há o que mudar.E como Deus tem me mudado e estou mudando ainda hoje.

E precisamos perder este medo de não querer admitir nossas falhas passadas ou fraqueza, Paulo diz: “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço” (Rm 7:19). Sabe, enquanto pastores e lideres esconderem de seus liderados seus erros passados, seus liderados continuaram achando que serão eternos lobos porque jamais serão ovelhas como um dia seus pastores o foram.Precisamos falar a verdade, cair na real, que a igreja que se diz noiva do cordeiro, a ovelha, esta traindo seu noivo, seu Pastor as vésperas do casamento, das bodas do cordeiro, e isso cai no exemplo que iniciei este papo! Galera, não iremos ganhar nossas cidades enquanto formos lobos pensando que somos ovelhas! Que crise de identidade cruel! Quem é você realmente? Olhe para seu coração: há rancores? Pecados encobertos? Seus lábios amaldiçoam ou abençoam aqueles que te perseguem? Ou somos ovelhas ou somos lobos, mas os dois não dá! É tempo tomarmos uma decisão permanente que opte pelo lado correto de se andar.É tempo de aceitarmos o fato de não ter como sermos ovelha e lobo e entendermos que quanto mais longe do Pastor estamos, menos rebanho somos e conseqüente mais lobos nos tornamos! Membros, o nome já diz tudo, somos membros de um cortpo onde nossa cabeça é Cristo.

Não importa quantas igrejas existem em minha cidade, somos um, e como um precisamos pensar, agira, nos amar, ser! Ministros, levitas, “escolhidos” não apenas chamados, vocês são rebanho, ovelhas escolhidas a dedo pelo Senhor pra influenciar aqueles que não sabem o que ser nessa crise de raça, de identidade!E como escolhidos, o diabo sabe do potencial que temos em arrebentar com o inferno com uma só atitude: ir adiante, cada dia mais além, e exatamente por saber que podemos fazer tudo e muito mais em Cristo que nos fortalece, ele tenta nos tornar cada vez menos rebanho e cada dia mais lobo.Mas tenho algo de Deus pra vocês líderes e ministros: vocês não nasceram para ser lobo, vocês não são lobos, não há passado, há um novo nascimento, uma nova vida, uma nova identidade: Ovelha (II cor.5:17). Pastores, homens ungidos do Senhor, desperta.Olhem para o seu rebanho: que potencial pra arrancar ovelhas perdidas do meio de lobos famintos, e tudo isso depende de vocês: “Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas” (Mt 10:16). Muitos pastores pensam que não tem um bom rebanho, e as vezes de fato não tem, porque quando o rebanho olha para seu pastor, não obtém frutos bons para se alimentar! Esqueçam as placas, as divisões, não importa a raça (a igreja) que a ovelha seja, ovelha é ovelha, e pastor, é pastor! Tente imaginar, o potencial que nossas igrejas tem em mãos se realmente assumíssemos nosso papéis: ovelhas como verdadeiras ovelhas, líderes e ministros como autênticos escolhidos, e pastores como pastores verdadeiros...Uaaauuuu!!! Não haverá inferno que segure o povo de Deus! Mas para isso é necessário uma coisa: deixarmos nossas atitudes ferozes de lobos e assumirmos nosso papel de servos, de ovelhas de um rebanho diferente, um só rebanho escolhido a dedo, comprado pelo preço mais alto do universo em toda a história: o sangue do maior Pastor que deu a vida por cada um de nós, não lobos, mas ovelhas (João 10:11). Pra finalizar, não se esqueçam queridos, todos nós somos falhos, porém, Ele nos ama assim mesmo, e quer nos ajudar a conhece-lo verdadeiramente como Pastor.O Bom Pastor, Jesus, esta pronto a cuidar de cada ovelha, a lapidar, a forjar o caráter selvagem, para um caráter puro de uma verdadeira ovelha...ai então, poderemos admitir que realmente conhecemos nosso Senhor, nosso Pastor, e Ele mesmo nos conhecerá intimamente:

Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido”
João 10:14


Um forte abraço, ovelhas de um só rebanho, o rebanho de Cristo!

Fábio B.Assis

Nenhum comentário:

Sociable

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...